Receba todas as notícias do Avenged Sevenfold no seu E-mail

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Andy Biersack e Rob Halford elogiam a evolução do Avenged Sevenfold

Os vocalistas das bandas Black Veil Brides (Andy Biersack) e Judas Priest (Rob Halford) foram entrevistados nesse mês de abril e os dois elogiaram a evolução do Avenged Sevenfold e destacaram que a banda está na lista do "Rock da nova era". Vejam os dois trechos dessas entrevistas.




Andy Biersack e Ashley Purdy concederam uma entrevista para a KaaosTV e além de comentar a declaração de Gene Simmons sobre o “Rock está morto” o vocalista comentou sobre o Avenged Sevenfold.

Uma banda que eu elogio bastante é o Avenged Sevenfold, porque é uma grupo que mudou aquela ideia de grandes arenas para uma banda de hard rock. Obviamente, há bandas como Fall Out Boy e muitos outros que possuem um publico maior para arenas. Mas se você olhar para as bandas de hard rock, eles tem solos de guitarra e pirotecnia tipo Slipknot, Avenged Sevenfold... E realmente são poucos que fazem isso.

Já para o site brasileiro Agora Ms, Rob Halford foi perguntado sobre a direção que o Rock está tomando e ele declarou que o Avenged Sevenfold é um bom destaque para a nova era do Rock.

É um debate interessante. Todo dia eu coloco no meu iPad uma combinação de 10 ou 12 diferentes bandas novas. Vejo que a maioria delas faz uma mistura do velho rock, são combinações de AC/DC com alguma coisa, Judas com alguma coisa. Há poucos que se destacaram nos últimos anos, como o Avenged Sevenfold. Eu curto o que o Royal Blood está fazendo. Mas veja: na minha idade, é fácil ser cínico e pessimista. Dizer o tempo todo: “No meu tempo era tão melhor…” Ainda há muitas bandas famintas pelo mundo, eu ouvi muitas por aí, na América do Sul, no norte da Europa. O heavy metal está quicando na área. É preciso que as pessoas se conscientizem que os velhos tempos não vão mais voltar. Por exemplo: eu me lembro do Rock in Rio, em 1991, e o Guns and Roses foi gigante naquele festival. Mas isso já tem um tempo. Eu acho que o rock agora é uma experiência diferente, é mais fragmentado e rápido como são os novos tempos. Muito do que as novas bandas fazem é com o intuito de atrair a atenção, porque a internet, ao mesmo tempo que é democrática, ela dissolve a atenção. É duro. Também é diferente o jeito que as bandas desenvolvem o seu trabalho que, muitas vezes, não tem a experiência do palco. É por isso que eu sou eternamente grato ao fato de ter conhecido e integrado uma banda como o Judas Priest.
Compartilhe!
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...