Receba todas as notícias do Avenged Sevenfold no seu E-mail

sábado, 26 de julho de 2014

Touch Arcade: É possível uma banda criar um jogo de sucesso?

O Repórter Eli Hodapp fez um matéria/entrevista com M Shadows perguntando sobre essa ideia diferente de uma banda criar um jogo, o repórter retratou essa "coragem" de um entretenimento como a musica se misturar com um outro grande: o videogame. Abaixo você pode conferir essa matéria.


A indústria da música está cada vez mudando, e, sem dúvida, tem sido assim desde a existência do Napster.Hoje em dia a MTV é quase irrelevante, clipes são filmados com orçamentos relativamente pequeno com esperanças de virar sucesso no YouTube, e as rádios pegaram carona nesse estilo e dão ótimas opções para transmissões streaming através da Internet. Bandas se esforçam para ser criativas, principalmente quando é algo a ser descoberto, pois ajuda a manter a popularidade. Jogos móveis, obviamente é um projeto grande, e bandas como o Avenged Sevenfold se perguntam: "Por que não fazer um jogo em vez de um clipe?”.

É uma aventura em RPG com imagens do Avenged Sevenfold, mas sem nunca ter a ligação logica com a banda. É uma maneira inteligente para você que é um fã de Avenged Sevenfold, pois quando for pegar para jogar vai ter chances de gostar pelo fato de ter suas canções. Se você não tem ideia de quem é Avenged Sevenfold, esse jogo foi intencionalmente projetado para ser apenas um divertimento, só que terá um bônus, pois contará com um tema heavy metal. Basicamente, eles fizeram para melhorar ainda mais a imagem da banda, as únicas pessoas que realmente sabem sobre o jogo são as pessoas familiarizadas com Avenged Sevenfold. Talvez vá trazer novos fãs para o Avenged sevenfold, pois as pessoas que jogarem estarão ouvindo suas musicas.

Eu sentei e conversei como o vocalista da banda Avenged Sevenfold ontem à noite e ouvi as histórias por trás do jogo, basicamente fui pensando "Eh, só um jogo de banda”, mas mudei para "OK isso realmente parece ser muito legal." Na verdade, o jogo ira se assemelhar as raízes dos jogadores de 30 anos, coisas que a maioria quer hoje em dia. M Shadows explicou que eles estão incorporando o Hail To The King: Deathbat com elementos favoritos dos jogos velhos de escola. Eu perdi a conta do número de vezes que ele mencionou Zelda.

Saindo um pouco do assunto, se você perguntar a alguém que tipo de jogo que deve fazer para o App Store, a resposta quase sempre é fazer algo mais recente. Vimos vários clones de Flappy Bird, e os desenvolvedores ainda lançando seus próprios Clash of Clans. M Shadows recebeu conselhos de coisas semelhantes, mas, não é assim que a banda Avenged Sevenfold tem pensado em fazer. Eles dão continuidade em coisas nunca feitas antes, e em vez de seguir a multidão, eles se posicionam em fazer seus pensamentos.

E Assim, nessa linha, o Hail To The King: Deathbat está contrariando basicamente todas as tendências na App Store. Ele foi projetado para ser difícil e implacável, é um jogo de premiado com um orçamento de meio milhão de dólares, você não precisa IAP para jogá-lo, e eles já estão planejando uma continuação. M Shadows está fazendo o jogo que ele quer fazer, em vez de um jogo que todo mundo acha que deve fazer para maximizar os lucros, e eu não posso esperar para ver como ele vai ficar. É difícil não ter um enorme respeito por alguém que está de bom grado ajudando a projetar algo parece pequeno no mundo da App Store.
Compartilhe!
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...