Receba todas as notícias do Avenged Sevenfold no seu E-mail

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Guitar Planet: Avenged Sevenfold, o novo destaque do metal?

O site da Guitar Planet fez uma matéria falando sobre o Avenged Sevenfold, onde eles focam na apresentação da banda no Download Festival e falam da constante evolução da banda sonoramente desde seu primeiro álbum e tentam responder a pergunta que muitos se faze, o Avenged Sevenfold é o futuro do metal? Confira a matéria completa traduzida abaixo:



Avenged sevenfold, o novo destaque do metal?

O Download Festival está tentando tirar o metal da nostálgica calmaria criando um novo destaque, mas o A7x é o próximo grande sucesso? Os fãs de metal são incrivelmente pacientes. Eles podem fugir de ser julgados, mas com uma regra de ouro: Nunca deixar um artista de lado. Grandes bandas proporcionam décadas de respeito depois de seu começo podem amadurecer ao longo de 6 ou até 7 álbuns. Artistas têm fama, respeito e relevância, não quando suas músicas aparecem em um comercial, mas quando seu álbum inteiro fica conhecido.

É uma admirável aproximação, mas em algum ponto mesmo o mais paciente e respeitoso fã chegam ao fim e se agarram em algo novo. Olhando do lado de fora, os line ups do Download, Sonisphere e Bloodstock devem parecer convenções de classic rock com grandes artistas dos anos 70, 80 90 e do começo dos anos 2000 tomando conta do lugar. Até a nova geração das principais bandas e as que lotam grandes arenas não são exatamente novas. Slipknot e Linkin Park continuam representando a atualidade do metal apesar de se entregar de volta à era do Nu-Metal (Um termo tão passado que essa descrição fariam as bandas passarem vergonha).

Temendo o fim e desesperados para sacudir a poeira de palco cada vez mais velho, Não é uma surpresa que os organizadores do Download Festival (os guardiões do Donington Park, a casa espiritual do metal) decidiram pular algumas etapas e acelerar o processo de amadurecimento.
Avenged Sevenfold é a sortuda favorecida com esse grande mudança. A grande banda de Huntington Beach vai deixar seu novo destaque na noite de abertura do mais histórico festival de metal.

Ter cuidado na escolha: Fracassos Famosos 

Fabricar novos superstars em destaque é um negócio perigoso. Fãs podem ser uma grande multidão de bêbados felizes no final das contas, mas existem atrações que ainda não desceram goela a baixo. O amistoso indie Reading Festival aprendeu essa lição da maneira mais difícil quando apostaram em colocar Razorlight em 2007. Isso terminou no mínimo, muito mal. Os organizadores só viram o desânimo dos fãs indo para a saída e no final Kings Of Leon gritando “Razorlight de mer**”.

O Download tem esse pequeno segredo. A última vez que Andy Copping e companhia tentaram criar um novo destaque eles apostaram nos Lostprophets. Uma escolha bem lógica na hora, mas a banda iria decair dramaticamente e reencontrar a fama por todas as razões erradas quando o vocalista Ian Watkins foi sentenciado a 35 anos de prisão por pedofilia.

Falhar é raramente algo dramático. Franz Ferdinand, The Darkness, My Chemical Romance, e a recente Phoenix só aproveitaram seu momento ao sol e logo escorregaram para as posições mais baixas das atrações do festival.

Esqueça os fracassos: Avenged Sevenfold é o esperado salvador?

Ninguém quer ser rotulado de salvador do Rock and roll, não tem nenhuma poção mágica. O simples fato do Avenged Sevenfold ter sido escolhido ao invés de [escreva o nome de sua banda favorita aqui] é o bastante para construir um ressentimento entre os fãs que estavam esperando algo maior e melhor. Não dizendo o que eles são ou não são, mas vamos focar no por quê que Download escolheu A7x para ser a face do metal em 2014.

A banda de cinco integrantes da Califórnia era ridícula quando eles fizeram seu primeiro grande mainstream. Entre 2005 e 2008 Avenged Sevenfold parecia uma banda submetida a uma crise de identidade permanente. Cada membro parece representar um diferente protótipo do hard rock para o até agora emo moderno até a inspiração de Judas Priest. (Tudo isso estava esquecido com Black Sabbath imitando uma cultura suja). Eles eram sempre acusados de ser uma imitação estilizada de uma banda de metal: 5 membros de cinco bandas completamente diferentes.

Voltando para quando isso era uma piada, mas agora Avenged Sevenfold conseguiu com sucesso transformar a diversidade em sua melhor arma. Em um show de 90 minutos com os guitarristas Synyster Gates e Zacky Vengeance vão mudar sem esforços de frases e melodias calmas a poderosos acordes e letras opressivas. As vezes eles vão fazer longos solos dentro de uma única música (“Buried Alive”), A7x pode simplesmente mudar de um um estilo completamente diferente para outro. “Beast And The Harlot” tem toda a grandeza e ambição de uma ópera épica do Iron Maiden enquanto “This Means War” tem a direção e peso de um Metallica mais novo.

Ficando fora da multidão

Mais do que ser simplesmente o mais recente em uma longa linha de imitações do Metallica, Avenged Sevenfold tem sua própria arma secreta: M. Shadows. Todo vocalista de uma boa banda tem que ser confiante, mas o vocal de Shadows é feito de um modo estranho e inseguro. Seu vocal evoluiu ao longo dos anos, alternando entre melodias suaves e rosnados corajosos. Ele mudou seus treinos vocais, envolvendo na medida que ele pudesse Fear Factory e Guns ‘n Roses.

A habilidade de Shadows de entrar em baladas melosas e com gritos hardcore têm ajudado A7x a ficar de pé. Eles misturam estilos como podem, até criar um estilo próprio do Avenged Sevenfold. A sensação é emocionante. Os arranjos do A7x são caóticos e implacáveis. Eles viram como um canivete de parecer calmos ao iminente perigo com Shadows controlando, segurando o conflito contínuo. É uma incrível diferença o que uma multidão agradável controlada e um vocalista agradável podem fazer.

Dia do julgamento: Avenged Sevenfold está realmente aqui para ficar?

Avenged Sevenfold realmente consegue fazer isso tudo, mas sendo a banda mais hábil ou mais distinta não tem nada a ver com ser o maior ou até mesmo o melhor. No entanto, ao contrário de Lostprophets e My Chemical Romance, A7x tem tanto o som e a estética para trazer aos fãs de metal em conjunto, em vez de levá-los à parte.

ODownload Festival 2014 provavelmente não vai representar uma mudança sísmica na paisagem metal, mas Avenged Sevenfold são capazes de fazer uma impressão duradoura. Eles podem provar-se ser uma atração principal competente e bem-sucedida, o tipo de banda que outros festivais podem chamar para fechar o show, sem drama.

Eles não demonstraram o impacto potencial comercial ou cultural necessário para desencadear uma nova idade de ouro do metal, mas eles podem ser a resposta do gênero para Biffy Clyro: um trabalho duro e uma banda extremamente talentosa que ganhou o seu lugar na mesa superior em intervalos - chegando ao auge de seus poderes e recusando-se a perder uma grande oportunidade.

É a abordagem global para a criação de uma atração principal. Não é sexy e isso não vai mudar o mundo durante a noite, mas, ao premiar a banda que você ganhou da maneira mais difícil, o Download pode ter encontrado pelo menos uma solução a longo prazo para os problemas do metal.

Agradecimentos: Aline Munhoz
Compartilhe!
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...