Receba todas as notícias do Avenged Sevenfold no seu E-mail

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Hail To The King Tour: Um espetáculo de música e de teatro

A primeira parte da Hail To The King Tour acabou, e com mais de 15 shows por todos os cantos dos Estados Unidos, um setlist com média de 14 músicas, e um espetáculo a parte dos efeitos de pirotecnia durante todos os shows, o Avenged Sevenfold deixou mais uma vez um gostinho de "quero mais" para todos os fãs que tiveram a oportunidade de ver a banda durante essa corrida pelo norte do continente americano.

Mas depois de todos os shows já terem acontecido, e a água que tinha que correr ter passado, chegamos naquele momento de reflexão, de parar para pensar nos pontos positivos e negativos de toda essa turnê, mesmo estando aqui no Brasil, e não tendo ido a nenhum show dessa turnê, por todos os vídeos que vimos durante o decorrer dela, da pra ter uma boa ideia de como tudo ocorreu, as reações do público com cada música, cada rajada de fogo saindo do palco, cada momento épico que essa turnê deixou marcado em cada fã da banda, até mesmo para nós que não podemos comparecer, afinal, e a vontade de poder ver tudo isso pessoalmente ano que vem ?

Por onde passou o Avenged Sevenfold deixou marcas que ficaram para sempre na memória dos fãs que tiveram a oportunidade de ver a banda. O aconteceu em cada show foi algo indescritível, a introdução do show com os sinos e logo a banda aparecendo e as guitarras soando aquele riff  de Shepherd Of Fire, e em seguida tacando Critical Acclaim e deixando todos mais animados ainda, sem dúvidas foi um dos melhores pontos de cada show.

Outro destaque que podemos colocar é na música Fiction, que nessa turnê foi algo até mais especial do que já era, as fotos do nosso santo Rev aparecendo nos telões atras do palco durante a execução da música, era algo que deixava o clima do show mais especial do que antes. Mas na maioria dos shows podia se notar uma boa diferença da reação do público comparado a turnê de Nightmare, nas turnês anteriores o clima do show e do público em geral era de homenagem, e chegava a ser algo perto de lamentação pela perda do Jimmy, nessa turnê a coisa foi diferente, o clima era muito mais de celebração da vida do The Rev do que de lamentação de sua partida. Era como se o público celebrasse sua vida, isso é notável na maioria dos vídeos que vemos de Fiction durante essa turnê.

Mais um ponto positivo foi toda a teatralidade durante o show inteiro, desde a primeira música com as explosões em Shepherd Of Fire, que davam aquele toque de "Chegamos quebrando tudo", e o grande "Rei" surgindo em Hail To The King atrás do palco deixando a sensação do público de estar vendo uma peça de teatro ao estilo Avenged Sevenfold. E claro o clima de momento apocalíptico ao soarem as primeiras palavras da introdução de Requiem "Prodigia, comploratus, Silens, oro, Regnet, exitium". Toda essa teatralidade dava ao show um grande poder de mudar de clima de uma música para outra. E não podíamos esquecer da parte de "Band Jam" dos shows, que proporcionavam aquele momento de distração durante os shows.

Mas claro, como todo bom show tem também seus pontos fracos, durante a turnê teve uma coisa que muitos dos fãs reclamaram, o fato da setlist ser sempre a mesma. Talvez porque a banda quisesse que todos os fãs tivessem a mesma experiência, independente do show. Mas sinceramente creio que a maioria gostaria de ver outras músicas do novo CD sendo executadas ao vivo. Eu destacaria por gosto pessoal Planets e Coming Home, mas independente de qual música fosse, os caras poderiam variar um pouco no setlist e deixar um pequeno clima de "qual será a próxima ?", creio que não sou o único a pensar assim, afinal, se ele variaram o setlist no Rock In Rio, poderiam fazer isso durante toda a turnê também, afinal quem não gostaria de ver também Carry On ao vivo mais algumas vezes ?

No final de tudo, a turnê foi algo incrivelmente épico, com muito mais pontos positivos do que negativos e com certeza deixou todos que foram aos shows simplesmente maravilhados com o que viram.
Mas agora no próximo dia 6 de novembro, na Finlândia a banda estará começando sua turnê europeia, será que alguma coisa vai mudar ? Um setlist mais variado dessa vez ? Creio que muitos de nós esperamos que mude alguma coisa no setlist, principalmente os fãs europeus.



Compartilhe!
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...